José Rodrigues venceu o Raid do Facho - Taça Regional do Minho de Maratonas

Cerca de meio milhar de betetistas participaram 4º Raid BTT do Facho, primeira prova pontuável para a Taça Regional do Minho de BTT Maratonas – Reclamos Vitória. José Rodrigues (Elites/Sub23), Ana Rita Vale (Elites/Feminina), Carlos Rocha (Master A), Liliana Lopes (Master/Feminina), Abel Machado (Master B), Carlos Lima (Master C) e a SAERTEX Portugal / Edaetech / Lavarinhas (equipas) venceram a competição.
 
Traduzindo a evolução de um evento de referência no panorama do BTT promovido em Barcelos pela Associação Cultural e Recreativa de Roriz, o 4º Raid BTT do Facho saldou-se num êxito, apesar das condições climatéricas desfavoráveis terem dificultado o desempenho dos participantes.
Evento apadrinhado pelos irmãos Domingos e José Gonçalves e por João Matias, três ciclistas profissionais naturais da freguesia de Roriz, a “terra-natal do evento”, o Raid do Facho surgiu com um percurso diversificado e transversal às preferências dos participantes, contemplando percursos de Maratona e Meia-Maratona, um passeio de BTT e uma caminhada.
A maratona foi disputada em freguesias do concelho de Barcelos e algumas limítrofes, englobando um percurso entre os vales do rio Neiva e do rio Cávado, entre as cidades do Galo e dos Arcebispos, onde a História e a Natureza convivem mutuamente. A iniciativa abordou a Rota da Cerâmica (uma das atividades artesanais/profissionais de maior envergadura na região) e o Monte do Facho, coroado pelo santuário homónimo, que foi o centro nevrálgico do evento, fazendo jus à designação que da maratona. O Raid do Facho voltou a assumir uma ação solidária, revertendo parte das inscrições para a APAC (Associação de Pais e Amigos das Crianças).
Apesar do tempo não ter ajudado na jornada de abertura da Taça Regional do Minho de BTT Maratonas - Reclamos Vitória, cerca de 150 atletas dos diversos escalões de competição alinharam à partida, deixando antever uma disputa que se veio a revelar-se acesa conforme se constatou ao longo dos 65 kms do percurso pelas bonitas paisagens de Barcelos.
 
Na disputada da Taça Regional do Minho de BTT Maratonas - Reclamos Vitória, José Rodrigues (Haibike/Soniturismo/Bikeworld) venceu destacado o 4º Raid do Facho, cortando a linha de meta com uma vantagem superior a dois minutos para José Dias (Focus/Casa do Povo de Retorta) e de três minutos para David Vaz (Saertex Portugal/Edaetech/Lavarinhas), Campeão Regional do Minho em título. José Rodrigues, além de vencer na categoria de Elites/Sub 23, foi o vencedor absoluto do 4º Raid do Facho.
Um dos padrinhos da prova, José Gonçalves (ciclista profissional que este ano representa a equipa francesa La Pomme Marseille) alcançou o quarto lugar em Elites/Sub23, enquanto André Sousa (Amigos da Montanha/Ledechem/Quinta e Santos), fechou o top 5 da geral absoluta e de Elites/Sub23.
Ana Rita Vale (Batotas/ADN Bike/Ponte de Lima) ganhou destacada nas elites femininas, deixando Ana Rocha (Saertex Portugal/Edaetech/Lavarinhas) e Susana Santos (ASC/BikeZone) em segundo e terceiro lugar respetivamente. 
Carlos Rocha (Saertex Portugal/Edaetech/Lavarinhas), Campeão Regional do Minho em Master A, foi o vencedor na sua categoria, completando o pódio José Filipe Brito (Escola Tomatubikers/ Famalicão) e Hélder Santos (CDC Navais/Póvoa de Varzim).
Liliana Lopes (ASC / Bike Zone) foi a melhor atleta Veterana , concluindo a maratona à frente de Ana Campos (Bragactive/Focus Team) e de Deolinda Carracena (ASC/Bike Zone).
Em Master B a equipa ASC/BikeZone conseguiu os dois primeiros lugares do pódio através de Abel Machado e Samuel Aguiar, primeiro e segundo na linha de chegada. Tierri Mendes, (Haibike/Soniturismo/Bikeworld) foi o terceiro e José Pereira (S R Cepanense/Rinus) o quarto classificado. A disputada do segundo lugar em Master B esteve bastante acesa com três atletas a decidirem, por escassos segundos, a ordenação do pódio.
A correr a título individual, Carlos Lima foi o vencedor em Master C, enquanto Manuel Carvalhosa (Castro Mozinho/Martos/BFOU/HRV) terminou em segundo e José Santos (ASC/Bike Zone) em terceiro.
Na classificação coletiva da Taça Regional do Minho de BTT Maratonas - Reclamos Vitória, a formação de Viana do Castelo Saertex Portugal/Edaetech/Lavarinhas lidera a competição, sucedendo-lhe a ASC / Bike Zone e a Haibike/Soniturismo/Bikeworld.
O 4º Raid BTT do Facho - Taça Regional do Minho de Maratonas teve o apoio da Câmara Municipal de Barcelos, Federação Portuguesa de Ciclismo, Cision, Reclamos Vitória, Junta de Freguesia de Roriz, Bike Magazine (revista oficial), Ciclismo + TV (televisão oficial da ACM), Barcelos Popular, Rádio Barcelos, Bestgames, Biketreino, Continente Modelo, Roriz Mel, Famabike, Fisivida, Frulact, GNR, Groupma, Bikezone, Ferreirolux, FMB Desporto, Matias & Araújo, Minipreço, Confort, EMDB, KTM, BPI, Gold Nutrition, Pastelaria Moderna, Seissa, Restaurante O Regional, Ferrilbombas, MGLS, Bikeseven e Quinta da Granja.
 
Depois do 4º Raid do Facho BTT, a Taça Regional do Minho de BTT Maratonas - Reclamos Vitória prosseguirá no dia 4 de agosto com a realização da 2ª Maratona BTT de Guimarães, uma iniciativa da ACM que integrará o calendário de eventos de Guimarães 2013 - Cidade Europeia do Desporto.
A última e decisiva prova da Taça Regional do Minho de BTT Maratonas - Reclamos Vitória será a 3ª Maratona do Gerês, agendada para o dia 6 de outubro, resultado de uma parceria entre a ACM e a associação Cabra do Gerês.
Entretanto, o Campeonato Regional do Minho de Maratonas será disputado no dia 19 de maio no concelho de Vila Nova de Famalicão, numa organização conjunta com a associação Amigos do Pedal.  A 5ª Maratona de Famalicão integrará uma Meia-Maratona (40 kms) e uma Maratona (70 kms), sendo aberta à participação de todos os interessados, independentemente de serem ou não atletas federados, entre os quais praticantes desportivos informais que participam em atividades numa perspetiva de lazer. 
Além das habituais categorias de competição, o Campeonato Regional do Minho de BTT Maratonas - Reclamos Vitória será aberto ao paraciclismo, pelo que Vila Nova de Famalicão também assistirá à atribuição dos primeiros títulos regionais do Minho de BTT XCM de atletas com deficiência.
Com cerca de 900 metros de acumulado para a meia-maratona e 1900 para a maratona, este é um desafio para encaixar em todo o universo de betetistas, desde os mais competitivos tecnicamente aos de maior resistência, desde os mais preparados fisicamente aos mais contemplativos.
O percurso será mais um a vez todo ele novo e desenvolver-se-á pela mancha rural e florestal do concelho, onde impera o verde tão característico da região. Com o esplendor primaveril no seu auge e numa envolvente natural única, a exuberante paisagem minhota não deixará de surpreender.